Notícias 19/10/2020 | 17:18por Colin McGourty

Norway Chess 10: Levon vence Magnus | Firouzja termina em 2º

Magnus Carlsen já havia garantido a vitória no Altibox Norway Chess com uma rodada de antecipação, mas assim como em 2019, seu humor foi prejudicado por uma derrota na última rodada, desta vez no xadrez clássico para Levon Aronian. “Senti-me bastante desorientado durante todo o torneio”, confessou o Campeão do Mundo, enquanto Alireza Firouzja, de 17 anos, que venceu Jan-Krzysztof Duda na rodada final, estava compreensivelmente feliz com o seu evento, exceto pelo erro contra Magnus. A vitória de Levon significou que contando apenas as partidas clássicas, com pontuação convencional, teríamos três jogadores empatados em primeiro lugar.

Onde eu errei? | foto: Lennart Ootes, site oficial

Você pode reproduzir todas as partidas do Altibox Norway Chess usando o seletor abaixo:

E aqui estão os comentários do dia com a WFM Julia Alboredo e a WIM Kathiê Librelato:

Confira algumas promoções especiais durante o Norway Chess em chess24.com/deals

Magnus Carlsen venceu o Altibox Norway Chess com uma rodada de antecedência, mas a imagem de domínio foi prejudicada pela rodada final, que deixou apenas um ponto separando o 1º do 2º e o 2º do 3º.


Você pode ver a pontuação detalhada abaixo - eram 3 pontos por vitória e 1 ponto por empate, enquanto que após um empate havia um bônus de meio ponto para o vencedor da partida de Armageddon. Você pode clicar em qualquer um dos números abaixo para ir para a partida.

Os prêmios foram os seguintes, com um grande dia para o jovem Alireza!


Em vez de ir partida a partida, vamos dar uma olhada em como foi o evento para cada um dos jogadores.

1. Magnus Carlsen: 19.5 | 5 vitórias, 3 empates, 2 derrotas+ 3/3 Armageddon wins | -0.8 de Rating

Não há muitos pontos fracos em Magnus Carlsen para atacar, mas um deles parece ser jogar a rodada final após garantir o título de seu supertorneio caseiro com uma rodada de antecipação! Um ano atrás, Magnus enfrentou Fabiano Caruana na última rodada e esteve há um lance de perder a partida clássica antes de ser superado e perder no Armageddon.

Completamos o ciclo quando Magnus e Levon fizeram a mesma saudação da primeira rodada | foto: Lennart Ootes, site oficial

Avancemos um ano e as coisas só pioraram. Desta vez, Magnus, que até a derrota para Duda estava invicto há 125 partidas clássicas, perdeu com as Brancas. Perder para Levon com qualquer uma das cores é o tipo de coisa que pode acontecer com qualquer um, mas também tem a ver com a qualidade dos lances. “Hoje o jogo dele foi muito ruim, para o seu nível”, disse o espectador Vladimir Kramnik, que passou boa parte do evento enaltecendo o atual Campeão Mundial.

Carlsen, Aronian e Kramnik tiveram dúvidas sobre a decisão de Magnus de jogar Rf1 em vez de, por exemplo, rocar grande. Este não era uma partida na variante de xadrez proposta por Kramnik, onde nenhum jogador pode rocar, como Levon demonstrou com 15…0-0.

As Brancas podem ter ficado bem após isso, mas o plano com 18.Th3!? foi ousado demais, enquanto que após 18…Db3, aparentemente era hora de trocar as damas. Quando 23...Db5+ aparaceu no tabuleiro, Kramnik já estava prevendo que Magnus iria perder com as Brancas.

Após 24.Rg1 Txe5 Levon revelou que Magnus esteve perto de perder na hora!


Foi um momento engraçado, porque Magnus estava prestes a jogar Txg6 aqui! Ele provavelmente pensou que eu estava tentando empatar, mas na verdade eu apenas pensava que estava um pouco melhor sem nenhum risco e iria pressionar a partida toda.

O problema com 25.Txg6+?? é que ao invés de forçar um empate por xeque perpétuo com 25…fxg6 26.Dxg6+ as Pretas podem responder com 25…Rh7! e as Brancas podem abandonar.

É tentador dizer que no final de torres que logo se seguiu houve muitos “altos e baixos”, mas quando Fiona Steil-Antoni disse isso a Levon, ele rebateu: “O que você quer dizer com altos e baixos, eu estava melhor na partida toda!”

Ele também tinha razão! Embora objetivamente a partida tenha oscilado de uma vantagem decisiva para um empate algumas vezes, Magnus estava nas cordas e tentando sobreviver. Levon também teve uma disputa com Vladimir Kramnik quando se tratou da reviravolta final da partida.


Aqui Magnus, com pouco mais de 2 minutos contra 20 de Levon, jogou 50.Txf6? e após 50…b3! os peões pretos são imparáveis. Em vez disso, 50.Tg7+ Rb6 51.Tg8 b3 levaria a um empate, mas não após 52.Tb8+ como primeiramente sugerido por Kramnik. 52.g5, 52.h5 ou mesmo o divertido 52.Re3 b2+ 53.Rd2 b1=C+ 54.Rc1 Cc3 55.Rb2 empatam, mas Vlad foi definitivamente longe demais ao dizer que seria Levon quem precisaria forçar um empate!

Não houve mais reviravoltas e para Magnus, as derrotas no xadrez clássico foramcomo os ônibus de Londres - você espera uma eternidade e depois aparecem dois ao mesmo tempo.

O Campeão do Mundo não teve queixas, exceto sobre o seu próprio jogo:

Mas, deixando de lado os padrões desumanamente elevados que Magnus estabeleceu para si mesmo, foi um torneio bastante decente. Ele conquistou o título com uma rodada de antecedência, ganhou metade de suas partidas clássicas (5 em comparação com as 4 ganhas por Levon e Alireza) e venceu todos as três partidas de Armageddon que disputou. Ele também venceu as partidas que você imaginaria como as mais importantes - finalmente derrotando seu maior rival atual, o nº do mundo. 2, Fabiano Caruana, e depois fazendo o mesmo com um potencial futuro desafiante, Alireza Firouzja.

Ao longo dos anos, Magnus lutou com a pressão extra e as obrigações da mídia ao jogar na Noruega, mas agora é o único jogador a ter vencido o Norway Chess três vezes ao longo de seus 8 anos de história.

2. Alireza Firouzja | 18.5 | 4 vitórias, 5 empates, 1 derrota + 3/5 empartidas de Armageddon  | +20.6 de Rating


Pode-se dizer, porém, que o torneio pertenceu a Alireza Firouzja. Uma temporada sem brilho no xadrez online fez com que alguns começassem a duvidar do prodígio de 17 anos, mas em seu primeiro torneio presencial ele continuou de onde havia parado e continuou sua ascensão - ganhando pontos de rating a cada dia, exceto quando perdeu para Magnus na penúltima rodada:

Karjakin e Anand são os próximos alvos nos planos de Dominação do Mundo de Firouzja! | fonte: 2700chess

A forma como ele se recuperou daquela derrota - vencendo uma terceira partida clássica consecutiva contra Jan-Krzysztof Duda, para garantir o segundo lugar no torneio e subir, passando Duda, para o posto de nº. 17 do mundo - falou muito.

Alireza pareceu encolher os ombros para a dolorosa derrota para Magnus. Em parte, ele apontou corretamente que empatar ou perder aquela partida não teria alterado a classificação dramaticamente (Magnus teria ido para a rodada final na liderança de qualquer maneira), mas também que ele sentiu que era mais sobre como ele jogou ao invés de como Magnus havia jogado.

Eu perdi para mim mesmo, eu acho! Não foi por causa dos nervos, mas talvez eu estivesse um pouco animado demais para jogar, mas no geral fiquei um pouco desapontado porque a partida ficou muito igualada e eu queria um jogo mais complicado por causa da situação do torneio.

Essa ambição ardente e autoconfiança também ficaram evidentes em seu resumo do evento.

Hoje me sinto feliz, mas no geral estou um pouco decepcionado porque estava muito perto de o evento, mas acho que acontece!

Usando o sistema de pontuação convencional, Alireza marcou o mesmo número de pontos nas partidas clássicas que Magnus (e Aronian), um +3 com 6,5 / 10, e de fato a diferença entre eles teria sido eliminada se Alireza não tivesse perdido no tempo para Magnus em uma partida de Armageddon onde ele parecia estar a caminho da vitória.

Magnus poderia de forma legítima, ecoar a declaração de Kramnik em 2010, “por agora Magnus é meu freguês” sobre Alireza, mas todos nós lembramos como as coisas aconteceram!    

3. Levon Aronian | 17.5 | 4 vitórias, 5 empates, 1 derrota + 1/5 no Armageddon | +14.4 de rating

O outro jogador que teve um grande evento foi Levon Aronian, que ganhou mais de 14 pontos de rating e agora é o nº. 6 na lista do live rating - se ele tivesse convertido uma posição vencedora na segunda partida contra Fabi, ele seria o nº. 4. No entanto, ele perdeu aquela partida e admitiu que nem tudo foi um mar de rosas.

O resultado é bom, mas o jogo deve ser melhorado! A história é a de sempre, mas é muito melhor do que jogar bem e ter um resultado ruim. Pelo menos há alguma esperança quando você joga mal e consegue um bom resultado.

A cereja do bolo foi, claro, a vitória da rodada final sobre Magnus, que também teve um elemento importante para exorcizar velhos fantasmas! Um ano atrás, em Stavanger, Levon esteve prestes a encerrar a sequência invicta de Magnus em um finao de torres muito semelhante ao que vimos este ano.


É uma corrida de ambos os lados do tabuleiro, mas 54.g5! deve vencer para Levon. Em vez disso, após 54.h5 b4, Magnus conseguiu defender a posição.

No entanto, não eram apenas questões de xadrez. Levon estava jogando com o pano de fundo preocupante da guerra Armênia-Azerbaijão de repente explodindo novamente, algo que ele disse que tornava difícil a preparação para as partidas. Foi também um ano em que Levon perdeu sua esposa, e parece que sua namorada contraiu o coronavirus durante o evento.

Ninguém ficaria surpreso se Levon simplesmente não pudesse jogar, mas em vez disso, ele venceu o campeão mundial e mostrou bom humor após a partida.

No entanto, brincadeiras à parte, se nunca conseguirmos assistir a um match pelo Campeonato Mundial Carlsen-Aronian, ele será considerado um daqueles intrigantes duelos que jamais ocorreram na hitória do xadrez.

4. Fabiano Caruana | 15.5 | 3 vitórias, 5 empates, 2 derrotas + 3/5 no Armageddon | -5.4 de rating

Se afogamento fosse mate... | foto: Lennart Ootes, site oficial

Fabiano Caruana é o último jogador da classificação a obter uma pontuação positiva no xadrez clássico, mas seu +1 não impressionou o mundo. Como ele comentou:

No geral, não foi muito bom. Um pouco confuso. Comecei muito bem, tive um período muito difícil no meio, duas partidas ruins, minha partida contra Magnus foi muito decepcionante e houve alguns momentos decepcionantes em que talvez pudesse ter pressionado um pouco mais. Acho que tive uma boa chance com as Brancas contra Magnus, com as Brancas contra Alireza, talvez hoje [empate contra Tari] eu esperava mais, mas a posição realmente não me deu muito, então não posso estar muito desapontado com isso. No geral, eu realmente não lutei pelo primeiro lugar nem nada e meu desempenho não foi o que eu esperava.

No entanto, Fabiano teve uma grande distração, já que o Norway Chess funcionaria como um aquecimento para a retomada do Torneio de Candidatos em 1º de novembro. Em circunstâncias normais, ele teria que escolher cuidadosamente quais armas de abertura revelaria, mas, neste caso, ele também teria que lidar com a incerteza total.

Isso também foi um pouco chato, durante o torneio estarmos constantemente lidando com os Candidatos, imaginando se iria acontecer ou não. O sentimento geral era de que ele não aconteceria mesmo antes de ficar claro que não havia nenhuma maneira de que pudesse retomar em 1º de novembro ou mesmo mais tarde em novembro. Primeiro, ele foi empurrado para 5 de novembro, depois 15 de novembro e então naquele ponto estava meio claro que as coisas simplesmente não iriam continuar este ano.


Nós agora sabemos que os Candidatos foram empurrados para a primavera (no hemisfério Norte) de 2021, embora ninguém saiba se de fato acontecerá. De certa forma, fica mais impressionante que o Norway Chess tenha conseguido realizar um evento presencial, com a programação de outubro sendo cumprida à risca. O agravamento da situação de pandemia na Europa e fora dela pode em breve cancelar outros eventos importantes.      

Em qualquer caso, Fabiano teve um desempenho decente sob tais circunstâncias, com suas três vitórias no Armageddon sobre Firouzja, Duda e Tari  sendo mais uma prova de que ele pode ser um forte jogador de xadrez rápido e blitz, uma área em que pareceu melhorar ao longo da temporada de xadrez online.

5. JK Duda | 9.5 | 2 vitórias, 3 empates, 5 derrotas + 1/3 no Armageddon  | -14.2 Elo

Two losses to Firouzja didn't help Duda! | photo: Lennart Ootes, official website


Jan-Krzysztof Duda, de 22 anos, foi talvez a maior decepção do torneio. O nº1 da Polônia não conseguiu se firmar na elite mundial do xadrez e acabou perdendo 14 pontos de rating. Tudo começou a dar errado na primeira rodada, quando ele recusou uma oferta de empate e perdeu um jogo de reviravoltas para Firouzja. Alireza observou após o término do torneio:

Se o Duda não perdesse a primeira rodada talvez ele pudesse vencer o torneio!


Existem duas razões pelas quais Duda não deveria se sentir muito irritado. Primeiro, ele estava em desvantagem por ser um substituto de última hora no lugar de Anish Giri, então teve menos tempo para se preparar para o evento. A preparação de aberturas nunca foi o ponto forte de Jan-Krzysztof, e isso piorou as coisas. O outro fator que pode equilibrar tudo o mais que aconteceu é que Duda venceu Magnus Carlsen, encerrando a invencibilidade de 125 jogos do Campeão do Mundo! Esse é um feito que será lembrado por muito tempo, mesmo quando tudo o que aconteceu no Norway Chess 2020 for esquecido.

6. Aryan Tari | 3.5 | 0 vitórias, 3 empates, 7 derrotas + 1/3 no Armageddon

When it's finally over! | photo: Lennart Ootes, official website


É difícil mencionar os pontos positivos quando você perde 7 jogos clássicos e não ganha nenhum, mas Aryan Tari, de 21 anos, enfrentaria de todos os modos um grande desafio, já que estava em um campo de batalha onde cada jogador o superava em mais de 100 pontos. Aryan venceu uma mini-match contra Duda, e empatou com Caruana e Aronian, embora na verdade aquele jogo contra Levon tenha sido uma grande oportunidade perdida de conseguir uma vitória. “Se não te mata, te torna mais forte”, dizem eles, e esse é o tipo de experiência que Tari pode construir.


Então isso é tudo para o Altibox Norway Chess, um evento que mostrou que é possível realizar um super torneio no ano de 2020! Esperamos que tenham gostado, principalmente da dupla de comentaristas de Vladimir Kramnik e Judit Polgar.

Para um camponês russo, Vlad avançou bastante, agora chegando ao Twitter!

Não está claro se veremos mais eventos de elite presenciais em breve - Wijk aan Zee parece o próximo na mira dos melhores jogadores - mas isso não significa que as estrelas não estarão em ação! O Champions Chess Tour de $1,5 milhão, o sucessor do Magnus Carlsen Chess Tour, é uma série de um ano que começa no final de novembro.

Ver também:




Ordenar por Data Decrescente Data Decrescente Data Crescente Mais Curtido Receber atualizações

Comentários 0

Convidado
Guest 10805880681
 
Entrar no Chess24
  • Grátis, Rápido e Fácil

  • Seja o primeiro a comentar!

Registro
Ou

Crie sua conta gratuita agora para começar!

Ao clicar em "Registrar", você concorda com nossos Termos e condições e confirma que leu nossa Política de privacidade, incluindo a seção sobre o uso de cookies.

Perdeu sua senha? Enviaremos um link para redefini-la!

Depois de enviar este formulário, você receberá um e-mail com o link de redefinição de senha. Se você ainda não consegue acessar sua conta, entre em contato com nosso Atendimento ao Cliente.

Quais recursos você gostaria de ativar?

Respeitamos suas diretrizes de privacidade e proteção de dados. Alguns componentes do nosso site requerem cookies ou armazenamento local que lida com informações pessoais.

Mostrar opções

Hide Options